Casa de ferreiro…

Assim como um médico tem o CRM, o dentista tem o CRO e o advogado a OAB, os RPs tem o seu número do Conrerp – Conselho Regional de Relações Públicas – que indica que estão regularizados para atuar na profissão.

Infelizmente não são todos os profissionais da área que conhecem o Conselho e um número muito maior conhece, mas não se associa. Isso acontece simplesmente porque atualmente quem se associa paga uma taxa anual de aproximadamente R$250,00 e como retorno tem direito a votar na chapa que representará o Conselho por três anos (detalhe: em 2010 a eleição foi para uma chapa única rs). Para os não associados que exercem a profissão de RP nada acontece, não há fiscalização e nem perda de benefícios… apenas deixam de gastar R$250,00 por ano.

Eu me associei logo que me formei, sai com um brilho no olhar da Faculdade, com aquela vontade de exercer a profissão e contribuir para o seu crescimento. Hoje quando recebi  o boleto do Conrerp,  me doeu o coração…  Deixo claro que não me arrependi de ter me associado, mas gostaria que fosse feito algo a mais para que realmente valesse o investimento deste dinheiro.

Como diz o título deste post: Casa de ferreiro… espeto de pau. É isso aí, o Conrerp precisa mesmo é ser mais divulgado e encontrar um motivo plausível para que as pessoas queiram andar com a carteirinha  não só como enfeite ou RG, mas como um documento realmente válido.

 Advogado que não tem OAB não é contratado pelos grandes escritórios de advocacia, eles provam que estão aptos a atuar na área por meio de uma prova, médico sem CRM não se associa a planos de saúde, não se cadastram em hospitais… tenho certeza que existem pessoas trabalhando nestas  áreas de forma ilegal, mas tenho ainda mais certeza de que este número é menor do que o número de pessoas associadas.

E já que estamos falando em Comunicação, deixo aqui o blog do Conrerp para quem quiser conhecer mais… porém, a última atualização foi de 24 de setembro de 2010.

Espero mesmo que as coisas mudem, sou parte disso e quero ver o fortalecimento da profissão. Além disso, gostaria de mudar a velha máxima de que “em casa de ferreiro…”.

Sobre Tati Santos
Sou formada em relações públicas, apaixonada pela comunicação atuo como consultora e sou professora assistente da matéria de Gerenciamento da Comunicação Organizacional, na Faculdade Cásper Líbero. Estou disposta a compartilhar ideias e mergulhar ainda mais neste mundo 2.0. No twitter: @tati_lsantos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: